1/2 Bossa Nova e Rock n Roll

DOIS AQUARIANOS E UMA CANCERIANA FADADOS AO SUCESSO!

8.9.06

Sobre a dor de amadurecer




Aos 11 dias de vida, Clara manifestou seu primeiro contato com a dor. Talvez a primeira mesmo tenha sido a retirada do ventre. O choro estridente, foi um sinal. Mas foi no 11º. dia que tivemos a certeza: nossa pequena padecia daquilo, que infelizmente, ao longo da vida se manifesta real ou metaforicamente e é inevitável: a dor.
Na ânsia de livrá-la do tormento, recorremos à vários médicos e cada um apresentava uma solução e a cada primeiro dia do remédio, ela apresentava uma melhora e então respirávamos aliviados, mas dias depois tudo recomeçava, até que um dia nos demos conta de que apesar de tão pouquinho tempo de vida, nossa bochechuda estava entupida de química e nada estava resolvia definitivamente, foi então que ficou claro pra nós: A Clara está sentindo a dor de amadurecer seu aparelho digestivo. É a dor de amadurecer por dentro. É um processo dela. Os remédios de inicio fizeram efeito, porque ao comprá-los, baixava a nossa ansiedade e estando mais tranqüilos, ela também ficava, porque as vezes, é só disso que a gente precisa pra encarar as dores: um pouco de colo, muita calma, palavras de conforto e a segurança de saber que tem alguém ali com a gente.
Nossa pequena está aprendendo também a diferenciar dor de desconforto. Como é importante essa descoberta! As vezes a gente sofre inutilmente por uma vida inteira, somente por não saber diferenciar uma coisa da outra. E tem mais: ela tem a sabedoria de não prolongar o sofrimento. Bastou passar a dor e ela é toda sorrisos.
É mesmo uma dádiva essa pequena. Ela aprende sobre a vida, nos ensinando...

(Juli Mariano)

9 Comments:

  • At 5:28 PM, Anonymous Anônimo said…

    Eu e minha cara de Bun...da. To para ver alguém menos fotogênico do que eu. humpf... Quanto a Clarinha, vai passar, em breve ela estará rindo mais ainda e correndo pela casa... ai ai
    "...olha que coisa mais linda..."

    Bjs mor

     
  • At 5:33 PM, Anonymous Juli Mariano said…

    Nananinanão, amor, é só olhar nossas fotos na estante ou lá no Melodia e você vai ter que admitir que tá bonitão nas fotos.
    Te amo, meu lindão!

    Bjs,

    Juli

     
  • At 6:56 PM, Anonymous Henrique said…

    Maneiríssimo! Parabéns.

     
  • At 10:26 PM, Blogger clara said…

    é dor que nos amadurece até hoje, é a busca que nos faz sentir dor e nos amadurece também.....
    ela é perfeita, e o que mais vale é o quanto ela ensina a vocês e a mim, que mesmo não conhecendo e nem convivendo, me ensina atraves dos bonitos textos da mãe e do pai.

    familia linda.....to indo pra Barça. é, chegou a hora, embarco semana que vem, dia 17, e infelizmente não vejo vocês antes.
    mas em fevereiro to ai para passar umas ferias e agente marca alguma coisa. espero poder acompanhar um pouquinho o crescimento da coisa linda...muitaaa paz, saúde, felicidade...tudo que vocês três merecem mais que ninguem...e Carlitos, adorei o site !!!!

    beijos e mandem noticias.
    mando fotos tb..pode deixar....

     
  • At 1:15 AM, Blogger Mariana said…

    Acompanhei de perto exatamente esse processo da Luiza, minha vizinhazinha de 10 meses. E como dói! Ela amadureceu, cresceu, aprendeu o que é dor, o que é incômodo e hoje descobre outras coisas lindas. Ver crescer também é crescer a cada dia, flor! Um beijo de longe sempre na torcida,

     
  • At 10:53 PM, Anonymous Guiu said…

    Ensinando a todos nós, amore! Bjos

     
  • At 10:59 PM, Anonymous LuLu said…

    Meus olhos se encheram de lágrima...
    Saudade de vocês.

     
  • At 9:47 PM, Blogger Neguinha Suburbana said…

    Meus amores, eu tô apaixonada por essa pequena! Ela é um encantooooo!!! E Juli, você tá tãão linda! Vocês dois estão com uma cara de pais tããão foooofa! Ai, ai...
    Tomara que a Clarinha não se importe em brincar com uma amiguinha dois anos mais nova... Tem mais presentinho pra minha sobrinha! :-) Ta lá no blog de coisinhas!
    Beijos carinhosos pra vocês três!!

     
  • At 12:00 AM, Blogger Mariana said…

    Você escreve tão lindamente esse processo, Juli. Que pequena de sorte, essa Clara. Beijo pra vocês.

     

Postar um comentário

<< Home

 
eXTReMe Tracker